História do Espigão

1915
1915
Surge a primeira notícia relacionada a futebol em São Joaquim da Barra, quando o jovem Avelino Cozza começa a se destacar nos gramados devido ao grande talento.
1920
No dia 20 de Abril de 1920, forças esportivas da cidade se unem e fundam o São Joaquim Futebol Clube. Sua primeira diretoria é composta pelos seguintes membros: Manoel Mafud (presidente), Antônio Mendes de Oliveira (vice-presidente), Ayres Barbosa da Silva (primeiro secretário), Othello Mélega (segundo secretário) e Clemente de Lollo (tesoureiro).
1922
1922
O clube forma grandes ídolos no futebol, lembrados até hoje, como Avelino Cozza, Pedro Pierre, Ítalo Paschoal, Humberto Monassi e Paulino Nicolau.
1923
Um momento de esplendor diante de um grande jogo contra o famoso Club Athletico Paulistano, equipe que causa um furor na Europa devido ao ousado estilo de jogo. Honrosamente derrotado por 4 x 2, o São Joaquim Futebol Clube ganha uma projeção até então nunca imaginada.
1940
Grandes ídolos passam pela história do time, como o goleiro Cera, o zagueiro Ferraciolli e o atacante Fábio Prócida.
1948
1948
Mais um “feito” marcante da equipe: vitória sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras, equipe do Famoso Oberdan, e um impressionante jogo em casa contra o São Paulo Futebol Clube, time que conta com o renomado jogador Leônidas da Silva.
1958
Apesar de um grande número de torcedores e da atenção da sociedade, o campo, então localizado na esquina da Rua Voluntário Geraldo com a Rua Goiás (ao lado do Tênis Clube), passa por um loteamento e obriga o clube a mudar o local de treinos e mando de jogos, sendo reconstruído na Vila Deieno.
1961
1961
Uma nova mudança transfere o endereço oficial para o atual Bairro Espigão, incorporando as primeiras características de Clube de Lazer e definindo o nome pelo qual o Clube é reconhecido hoje em dia: São Joaquim Futebol Clube Espigão.
1970
O esporte passa por uma reestruturação na cidade. Foram muitas as tentativas de destaque, não só no futebol mas em diversas modalidades. Paralelo a isso, o clube inicia seu processo de estruturação e organização do espaço físico.
1995
1995
Ano em que o São Joaquim Futebol Clube ressurge com uma equipe competitiva no futebol. Apesar de manter-se invicta até a metade do Campeonato Paulista da série B2, os problemas financeiros fizeram com que os atletas deixassem de receber. Contrariando as expectativas e contando com a ajuda de parceiros e moradores, a equipe conquistou, de forma heroica, o título do campeonato, equivalente ao quinto nível do Campeonato Paulista.
2008
Uma grave crise financeira, iniciada há alguns anos, leva toda a Diretoria Executiva à renúncia. Diante do problema, novas eleições foram convocadas, em uma tentativa de salvar o clube e a história da cidade.
2009
Toma posse a nova Diretoria Executiva, eleita com 12 sócios do clube que, em comum, têm o sonho de salvar e reerguer o patrimônio da cidade de São Joaquim da Barra.
2017a
2017
As estratégias adotadas pela diretoria nos últimos 8 anos consolidam o Clube como uma referência de Lazer em toda a região: o reinvestimento na estrutura, até então defasada, gera a construção de quadras de saibro, academia de ginástica, reforma da quadra poliesportiva, playground, quadras de tênis, futebol society, piscinas, salão de eventos e choperia/restaurante. O número de sócios salta de 350 para mais de 1.500 e permite, com uma gestão responsável, ética e eficiente, um planejamento estruturado e a garantia da manutenção de 100 anos de história que se misturam à história da cidade.